quarta-feira, 22 de abril de 2015

NUM CAMPO DE CRAVOS VERMELHOS





A esmagadora maioria no desgoverno, propõe para amanhã a morte súbita. 
Os chamados "apóstolos" do PS propõem a morte lenta - e assim, vamos continuar, na morte assistida, ligados à máquina, numa bela "jangada de pedra" - a menos que as esquerdas converjam num programa de olhos abertos para o fundamental, num campo de cravos vermelhos. 
Não creio, mas desejo acreditar. 


 

12 comentários:

jrd disse...

Estou contigo no cepticismo, mas também no desejo.

Majo disse...

~ ~
~ Num campo assim,
em cada cravo, o coração
dum lusitano íntegro e livre.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

trepadeira disse...

Se queremos futuro, pois a queda desta corja é só um pequeno passo.

Abraço,

mário

Rogerio G. V. Pereira disse...

a creditar
na conta dos crentes

mais um

e venham mais cinco

Olinda Melo disse...


“É preciso acreditar que a canção de quem trabalha é um bem pra se guardar”

Abraço.

Olinda

José Lopes disse...

Acreditar na cidadania está cada vez mais difícil, mas há que ter esperança...
Cumps

Graça Pires disse...

Vamos acreditar nesse campo de cravos vermelhos...
Um beijo.

heretico disse...

programa de "olhos abertos" e um "campo de cravos" . tão fácil e, no entanto, tão distante.

abraço, caro Puma

Anónimo disse...

NASCE UM CRAVO NO MONTE
LIVRE COMO O PENSAMENTO
A ESPERANÇA FAZ UMA PONTE
E AÍ ACABA O TORMENTO


SEU PERFUME SUAVE E APURADO
ENVOLVE-SE NA BRISA MATINAL
RENOVANDO O AR JÁ SATURADO
DESTE TEMPO TÃO INFERNAL

COM ABRIL DA IGUALDADE
COM TUAS PETALAS UNIDAS
GANHAMOS A LIBERDADE
QUE NUNCA MAIS SERÁ VENCIDA

ESTA DATA TÃO SOLENE
QUE MARCOU NOSSO PAÍS
NEM ARMA NEM UNIFORME
FOI O CRAVO QUE O POVO QUIS

ESTA DATA TÃO QUERIDA
QUE NOS TIROU DO COVIL
NUNCA MAIS SERÁ ESQUECIDA
VIVA O 25 DE ABRIL


POR
um poeta desconhecido

GL disse...

Quando o sonho dá lugar ao desalento, e que desalento!

Anónimo disse...

DESSES TEMPOS NÃO ESQUEÇO
DA PORRADA E DO CANIL
ACHO QUE ENLOUQUEÇO
SE NÃO FESTEJAR ABRIL

HÁ QUEM O QUEIRA ESQUECER
COM POLITICAS DE DIREITA
ELES TÊM QUE PERCEBER
QUE O POVO OS ENJEITA

SE ESTA SEITA CONTINUAR
O PAÍS VAI EMPOBRECER
O POVO VAI SE JUNTAR
ENTÃO É VELOS CORRER

AO FAZER ESTAS QUADRAS
SINTO UMA GRANDE ALEGRIA
SÓ DE PENSAR QUE OS CAMARADAS
IMPLANTARAM A DEMOCRACIA

AGORA VOU TERMINAR
DEPOIS VOU AO BARRIL
COM UM COPO VOU FESTEJAR
MAIS UM 25 DE ABRIL

POR
um poeta desconhecido

maceta disse...

esta coisa de águas de bacalhau nunca fazem boa comida...