domingo, 4 de dezembro de 2016

" QUANTO MELHOR MELHOR "





Património partilhado por causas sociais
com memórias irrevogáveis e outros amanhãs

"quanto melhor melhor "


sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

PAULO MACEDO O NOVO PADRINHO(?)






O Governo entendeu nomear Paulo Macedo - ex-Coelho - para tratar da saúde à Caixa. 
O PSD insatisfeito insiste na privatização do Banco público
A novela vai continuar no Parlamento


quarta-feira, 30 de novembro de 2016

A CAIXA É NOSSA





Sintetizando

PSD/CDS não conseguiram privatizar a Caixa G. de Depósitos. 

Apesar das dificuldades improváveis, o Governo com o apoio das esquerdas, vai manter o Banco público no centro estratégico da estabilidade financeira, na promoção da economia do país. 

Apesar dos Coelhos e seus aliados



sábado, 26 de novembro de 2016

FIDEL CUMPRIU-SE





Sem culto pela sua personalidade considero que se cumpriu um HOMEM 
de corpo inteiro - um militante da vida. 

Não deixaremos morrer os nossos mortos


quarta-feira, 23 de novembro de 2016

NÃO É FÁCIL CIRCULAR NESTE PAÍS




Neste país de auto estradas com escassa circulação e muitas portagens 
as vias regionais e locais classificadas de nacionais 
são azinhagas deprimentes
controladas por zelo das polícias 
aos pacatos cidadãos rurais que tropeçam nos buracos

Neste país não é fácil circular



domingo, 20 de novembro de 2016

RESISTIR A TODAS AS DIFICULDADES



Mais que o nosso quotidiano, Bruxelas é o ponto de discordância para um bom O.E. 
O fio precário que mantem o Governo contra as direitas radicais. 

Coelho desmorona-se a cada passo.
Rui Rio vacila,Montenegro esconde-se,Santana aposta e outros Coelhos se perfilam para a derrota nas autárquicas. 

Se as esquerdas resistirem a todas as dificuldades entre si 
vai ganhar o país

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

A COISA FUNCIONA





Face ao comportamento das chefias europeias perante o nosso O.Estado, sem negligenciar a contenção de ataques previstos 
Passos Coelho visionário de desgraças deve remeter-se à coutada dos seus caçadores, 
a menos que manso prefira a púcara