sábado, 28 de maio de 2011

CADA UM NA SUA URNA


Não de direito mas de facto o país perdeu a soberania e a troika nacional prepara-se para cumprir religiosamente a ordem dos mercados.
Entretanto realizam campanhas a fingir que têm programas próprios de modo a definir quem será o chefe dos coveiros.

O país assiste - espreita o oráculo das sondagens e faz apostas nas esplanadas - esgares receosos sem motivos para rir.

Dia 5 - lá estaremos. Cada um na sua urna - até ser outro dia.

10 comentários:

São disse...

Campanhas?! Actividaades circenses, acho eu.

Sem conteúdo e ao lado do que realmente interessa.

Fica bem, meu amigo.

Rogério Pereira disse...

A cova é bem funda, mas ainda se discute o numero de coveiros que terão que trabalhar de enxada empunhada, como se algum pudesse ficar de fora...

O Puma disse...

Rogério

Na verdade
o voto é secreto
nas urnas

mas quanto aos coveiros
estão à vista

Isa GT disse...

O nome nunca esteve tão apropriado.
Dentro da urna já nós estamos, só falta mesmo... o baldinho de cal que, por sinal, agora é um sistema mais moderno... mais simplex, basta pôr um produto especial no fundo da urna... pelas costas... que é, exactamente, como eles gostam de fazer as coisas ;)

Bjos

irlando disse...

Diria mesmo,que são uma troika de
mercenários.

jrd disse...

...que nunca mais chega.
Já chega!!!

Fernando Samuel disse...

Eu ofereço as urnas para a troika nacional...

Um abraço.

lino disse...

E eu não vou ao funeral.
Abraço

Marta disse...

Andam todos a montar as tendas pelo país fora! Eu cá é que não compro bilhetes para o circo.

opolidor disse...

qualquer dos três anseia ser o coveiro...