quarta-feira, 14 de julho de 2010

RIR - MAS DE PÉ




O país já estava a arder de joelhos mas agora está a arder de rastos
Ps/Psd repartem políticas e acusações e há mesmo quem advogue fundi-los no poder para evitar despesas.

Entretanto Sócrates recomenda ao país " ânimo, confiança, e atitude ".

Por mim vou seguir-me à risca, isto é à rasca.
Vou levantar os magros euros e depositá-los no colchão.
Assim - antes que chegue o Passos Coelho, de novo o Sócrates ou o centrâo,

vou rir-me para os euros - mas de pé.

7 comentários:

opolidor disse...

como as árvores... e aqueles dois que se "fundam"...

smvasconcelos disse...

Essa, é uma idéia que já me passou pela cabeça...
beijo,

São disse...

Mas ainda resta algo para arder? Não queimaram já tudo?!

Abraço, companheiro.

heretico disse...

... e quem ri por último, ri melhor!

e de pé, sem dúvida!

abraços

Susaninha disse...

IMAGEM EXCELENTE:):)

jrd disse...

Cuidado com as molas...É que com essa tropa nunca se sabe...

Isa GT disse...

Como hoje mediram o stress dos bancos ;))) como dizem que estão muito bem e até aguentavam dois anos, mesmo que ninguém pagasse as prestações, o melhor é mesmo pô-lo debaixo do colchão porque quando a fartura é muita... dá para desconfiar lol