domingo, 14 de março de 2010

OS CARRILHÕES DE MAFRA




Foram injustamente silenciados os carrilhões do convento de Mafra
para a recepção da caravana.
O seminário do PSD revelou o parlapié da nova vaga de um partido tribal
em jogos florais - sublinhou que as políticas da direita não são alternativa
a um PS que já as pratica.

Confrangedor foi Rangel - tremendo a voz numa campanha de ruptura (?)
contra os elefantes brancos ( podia ter dito cor.de rosa ) - Passos Coelho
fugidío não gostou - Aguiar branco sereníssimo gritou por unidade - o outro gostou de se ver na tv e lá em baixo as claques aplaudiram os quatro  
por turnos.

Os carrilhões de Mafra em silêncio prometeram voltar aos belos concertos
mas só quando perderem a memória do desaforo.

8 comentários:

jrd disse...

Que dirão a Blimunda e o Baltazar da devassa.

heretico disse...

espectáaaaaaaaculoooooooooo...

opolidor disse...

que estes rapazes tambem deixam marcas...

smvasconcelos disse...

Lá pelo PSD até decretaram silêncios... (felizmente, que não os dos carrilhões).Democratas, hã?
beijos,

Irlando disse...

Esperemos que a música seja outra.

poesianopopular disse...

Só nos resta, alertar, denunciar, lutar!
Abraço

anamar disse...

Desta vez "a música" foi mesmo outra....
O oeste fica desvastado...
:))
Abracinho

henrique menna disse...

oi, seu Blog é muito bom, é shown adorei mesmo, vou segui ele, quando de da uma olhada no meu http://henrique199.blogspot.com/, um forte abraço!