quarta-feira, 5 de dezembro de 2007

SÓCRATES NO CIRCO MARAVILHAS


Mesmo antes da entrada em vigor da lei anti-tabágica,o ar que se respira



nesta democracia moderna,gerida por uma maioria esmagadora,torna-se

cada vez mais irrespirável.

Porquê?

Porque a liberdade,os direitos e as garantias fundamentais são uma

dificuldade para tanta arrogância - e a autocracia no poder - está em vigor

apenas no foguetório político,ao invés das sondagens de Natal.

Porque a tendencia no terreno,para esta maioria esmagadora,é atacar

acima da lei,quem lhe resiste.Pergunte-se aos 50 dirigentes sindicais,

constituidos em arguidos,ou se quiserem aos patrões que apoiam este circo

e dão orientação a forças de segurança para às suas ordens intervirem

em manifestações de trabalhadores - ou ainda se quiserem - perguntem

aos senhores governadores civis quem manda fotografar manifestantes,

condicionando o estado de direito.

Governadores civis,nomeados pelo governo,que são verdadeiras

excrecências democráticas - ao serviço do dono.

Porque a maioria esmagadora ignora a contestação geral,tenta intimidar

todas as contestações e reprime os ousados,na ideia que os fins justificam

os meios,mesmo que a lembrar outros tempos.

Porque o direito à privacidade está ameaçado nos ficheiros clinicos

de cada cidadão e que o poder quer controlar.

Porque há uma suspeita permanente e inadmissível à actividade

sindical,com a identificação dos que se manifestam - porque o procurador

geral da república admite ,ele próprio,estar sob escuta telefónica - porque

se tenta funcionalizar as magistraturas - porque os serviços de segurança

estão na dependencia de Sócrates - porque todos quanto são hierarquia

nomeada pela maioria esmagadora se assume como patrão ou policia

a lembrar o antigo regime.

Nesta democracia moderna - Sócrates é quem mais ordena?

Mesmo sem petróleo?

Só com água salgada?

É DE ARTISTA - NESTE CIRCO MARAVILHAS

2 comentários:

herético disse...

excelente post. subscrevo...

abraços

São disse...

Isto está a transformar-se em algo esquisito, acho...
Saudações!