quinta-feira, 6 de abril de 2017

PASSOS COELHO NA SOMBRA DO RIO



Em véspera da Páscoa, Passos Coelho, dentinhos de crescimento contínuo em queda abrupta, carrega recados, saltita para um novo pasto, troca os passos à catástrofe que sempre o alimentou e dá sinais de preferir asinhas discursos adocicados.
Passos Coelho prepara a derrota nas autárquicas e começa a voar baixinho na sombra do Rio.Na Páscoa o destino dos Coelhos é serem comidos.
Por mim prefiro comê-los nas urnas

7 comentários:

Odete Ferreira disse...

E eu acompanho-te no repasto...
:)

Rogerio G. V. Pereira disse...

Passos?
Coelho?
Quem é?
Conheci um fedelho
chamado Passos Coelho
mas esse
já foi!

Teresa Durães disse...

Eheheh gostei! Espero que esse coelho se transforme em chocolate detretido para não poder ser ingerido

Ana Tapadas disse...

Quem é o fedelho? Que fez na vida?
Gosto desta margem de sarcasmo.

Zé Povinho disse...

Coelho à caçador é um belo petisco...
Abraço do Zé

anamar disse...

Ora aí está uma boa receita.

Boa Páscoa, Eufrázio Filipe.

Fugida, porque mais ausente da blogosfera....

Mas passarei sempre que possa.

Beijinho e boa Páscoa.

Justine disse...

Nunca mais abre a época da caça...