quarta-feira, 2 de novembro de 2016

PREFIRO POUCOS AVANÇOS A GRANDES RECUOS




Com todas as surdas contestações no interior do PSD só falhas graves nos acordos da governação poderão dar alento a Passos Coelho e às políticas radicais das direitas . 
Neste entretanto
prefiro poucos avanços a grandes recuos. 



5 comentários:

Manuel Veiga disse...

até "párias" servem - nem que seja para recuar um milímetro.

abraço de sempre!

MV

Rogerio G. V. Pereira disse...

até "párias" servem - nem que seja para avançar um milímetro.

José Lopes disse...

A CGD pode ser um grande tropeção.
Cumps

Obtuso disse...

...grandes avanços...resultam normalmente em grandes quedas !

jrd disse...

É forma mais inteligente de continuar em frente.