quarta-feira, 10 de agosto de 2016

O FOGO É UM NEGÓCIO?





Todos os anos se gastam verbas colossais para combater fogos. 
Perdem-se vidas patrimónios memórias e orçamentos. 
Investir na prevenção? Pois claro. 
Estudos e planeamento? Estão realizados. 
Que fazer?
Decidir politicamente acabar com os negócios do fogo. 


8 comentários:

Rogerio G. V. Pereira disse...

Poder-se-ia começar
por neutralizar comerciantes

Manuel Veiga disse...

atinge-se a impunidade e perde-se o sentido das proporções
... e o fogo é negócio (escuro).

abraço

jrd disse...

Negociata queres tu dizer. E à descarada!...

Agulheta disse...

Uma verdadeira negociata! Lamento pelo meu país ter gente desta.Abraço

Zepovo Ze disse...

Negocio ou terrorismo ..........vejam este vídeo recente aqui ao lado em Espanha

http://www.tvi24.iol.pt/internacional/espanha/espanhol-gravou-momento-em-que-grupo-ateia-fogo#cxrecs_s

Olinda Melo disse...


Uma situação que nos leva para lá do terror.
Vidas desgraçadas, património ardido, num
país que tem de andar a pedir emprestado
para podermos sobreviver no dia-a-dia.

Abraço

Olinda

MJ FALCÃO disse...

Por vezes receio que seja um negócio... Creio que já o foi quando o anterior governo 'vendeu' os aviões de combate ao fogo... Depois...há sempre quem faça da desgraça dos outros -ou do país- um negócio. Tristezas dum país que não se emenda
Boa noite

maceta disse...

basta querer, mas não querem...