segunda-feira, 21 de março de 2016

BOM ENCONTRO DE ADVERSÁRIOS




Obama sem referir nos EUA as dificuldades para cumprir os direitos humanos admitiu mais contactos e intercâmbio com Havana.
Raul de Castro não se vergou. Respeitou com firmeza as diferenças.
Aparente  mente sem embargos - é sempre bom quando dois adversários se cumprimentam.


6 comentários:

jrd disse...

Um momento histórico e necessário. Há muito que se impunha. Veremos o que se segue.

Rogerio G. V. Pereira disse...

Argentina, Venezuela e Brasil...
pelo menos esses estão sobre a pressão
sem qualquer (visível) aperto de mão

Cuba requer tais afectos, Obama_mente

Justine disse...

Pois é! Mas temos pelo futuro...

MJ FALCÃO disse...

Momento inesquecível! Não esperava já ver... A verdade é que é com os "adversários" que se faz a Paz - quando se tem consciência do que isso significa!
Grandes estes que o fizeram...

José Lopes disse...

As diferenças de opinião não têm que significar cortes de relações e embargos económicos...
Cumps

maceta disse...

Tanto tempo perdido... Obama tem surpreendido contra a vontade dos falcões...