domingo, 8 de novembro de 2015

JERÓNIMO A PALAVRA É UMA HONRA




Após as declarações finais de Jerónimo de Sousa confirmadas pelo colectivo 
todos os compromissos assumidos política e institucionalmente são para cumprir. 
Nem um rato, só uma ratazana poderia inviabilizar o novo governo com apoio das esquerdas. 
Cavaco Coelho e Portas terão de respeitar a maioria na Assembleia da República. 
Será um momento histórico para registar. 


7 comentários:

Janita disse...

O carácter de um Homem mede-se pelo cumprimento da palavra dada!

Eu diria que honrar a palavra é saber honrar o próprio nome, não apenas o país.
Contudo, estou com muito receio! Aguardemos.

Um abraço

Rogerio G. V. Pereira disse...

O impossível é tão só e apenas aquilo que ainda não aconteceu

e vai acontecer

heretico disse...

Desta vez, Hannibal, o "coiso" vai engolir os perdigotos...

abraço, meu caro Puma

GL disse...

Aguardemos.
Nada se me afigura com carácter de definitivo.
A insegurança é muita, a confusão continua instalada. Perante tudo isto o lógico é que nos questionemos.
Abraço

Justine disse...

É aí, na honra, que está a diferença entre este e os outros...

Agostinho disse...

Com o valor da palavra - a palavra de honra - é que o Jerónimo matou o bicho.

jrd disse...

Um Homem honrado só tem uma palavra e ela foi dada.