terça-feira, 19 de maio de 2015

UM COISO FARDADO




Com ou sem cuspidela o jovem polícia, seja qual for o clube da sua lapela 
devia saber que ser polícia não é ser juiz, muito menos executor a frio na praça pública .

No caso concreto não cumpriu o seu estatuto profissional, 
foi um agressor prepotente irresponsável. 
Pode não ser mas foi um coiso fardado. 

 

6 comentários:

maceta disse...

o homem deve ter espasmos...

anamar disse...

Cá para mim, polícia é polícia...

Ainda não consegui alterar-lhe o sentido.

:(

José Lopes disse...

Não soube manter a postura exigível a uma autoridade policial e ainda por cima chefia outros polícias.
Cumps

heretico disse...

"hábitos antigos" são difíceis de perder...

abraço

Obtuso disse...

...é um país de coisos... uns enfardados...outros enfartados dos desenfardados que se enfartam à custa dos desenfartados...

jrd disse...

Lembrei-me do Maltês e das suas prepotências.