segunda-feira, 16 de março de 2015

PELO SONHO É QUE VAMOS





Para o exercício de uma função supra-partidária, como a do Presidente da República, o meu entendimento face à disponibilidade de Manuel Carvalho da Silva parece-me uma candidatura possível e desejável. 
No caso concreto o anúncio poderia, pode, poderá constituir um estímulo ao país para políticas alternativas ao descalabro que se vive. 
As Legislativas são ainda do exclusivo foro partidário - as presidenciais dos cidadãos com eventual apoio dos Partidos

6 comentários:

Majo disse...

~
~ ~ ~ Concordo. ~ ~ ~
~~~~~~~~~~~

ana disse...

Uma bela imagem.:))
Boa noite.

Rogerio G. V. Pereira disse...

Que haja a dinâmica que se espera...

Anónimo disse...

Apoiado!

Maria Cândida

Graça Sampaio disse...

Gosto dele!!

jrd disse...

Da análise correcta da lucidez.

Abraço solidário