segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

FALSOS HEROIS SANTOS DISTRAÍDOS





A significativa manifestação de Paris cumpriu o desígnio global da Liberdade, mesmo com a presença institucional de alguns malfeitores em parada. 

Um punhado de criminosos mobilizou milhões de pacíficos cidadãos de todas as condições cores e credos - estimulou a resistência à barbárie mas também o terrorismo dos estados para a restrição das liberdades aos que se manifestaram. 
Falsos heróis, santos distraídos. 


11 comentários:

Majo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
lino disse...

Reconheci alguns malfeitores nas imagens, mas não vi os de cá do burgo!
Abraço

jrd disse...

Aquela frente da manifestação era uma mancha e uma afronta aos milhões de manifestantes.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Aquilo parecia uma reunião de bandidos. (refiro-me aos tipos que se fizeram à fotografia, obviamente...)

Majo disse...

~
~ ~ Quem foram os mandantes, quem é que realmente financiou a barbárie?

~ ~ Os indicados por uma gravação telefónica, sem ser autenticada?!

~ ~ Quem foram os grandes prejudicados desta negra tragédia?

~ ~ Um retrocesso num estado evolutivo que a Suécia tinha iniciado.
.

Rogerio G. V. Pereira disse...

O Mundo não anda confuso
nós que nos deixamos confundir

E o pior ainda está para vir

EU disse...

Que os falsos heróis acordem e que os santos distraídos sejam coerentes... Eis uma possível (das muitas) lições a tirar.
(Não resisto: há sempre muita gente a tirar dividendos da(s) desgraça(s)...)

Charlie disse...

Concordo em pleno.
A hipocrisia de tantos a somar valor, a tirar partido, à boleia da desgraça.

heretico disse...

"panache"!...

Vive la France.

trepadeira disse...

Uma parada de terroristas, devidamente protegidos, sós, isolados e amedrontados, como vivem, bem separados do povo.

Abraço,

mário

maceta disse...

À frente os porta estandarte dos desiquilibrios e atrás muitos charlies...