terça-feira, 26 de agosto de 2014

POLVO? NEM À LAGAREIRO





Com 8 orçamentos rectificativos e uma sistemática reprovação constitucional, este desgoverno ao abrigo do saque aos salários, pensões, emigração forçada e o garrote da austeridade, continua servil e de cócoras a uma Troika que ainda não abandonou o país.

Polvo?  Nem à lagareiro
isto é - só à lagareiro

7 comentários:

Rogerio G. V. Pereira disse...

Isso!
Só à lagareiro

Maria Eu disse...

Estamos tramados, meu caro! :(

Beijinhos Marianos! :)

maceta disse...

não esquecer que o rapazola quando iniciou funções (??)pretendia virar a constituição; como não conseguiu carrega no TC e a seguir leva no lombo, claro...mas, quem leva mais somos nós.

trepadeira disse...

Para esturricar tanto polvo é necessário uma grande fogueira.
Tem de se mobilizar o povo.

Abraço,

mário

Observador disse...

É que comigo nem à lagareiro.

jrd disse...

Polvo!?... De maneira nenhuma!
Ficas a saber, não contes comigo!

EU disse...

Deixaram de ter cara para não terem vergonha. Esta é a minha básica explicação!
(Por acaso gosto imenso de polvo... Coitado não tem culpa da semântica a que é conotado! )