terça-feira, 8 de abril de 2014

SALÁRIO MÍNIMO ABAIXO DO LIMITE DA POBREZA






Tartufo o desgoverno, ao "abrigo" das urnas, em véspera de eleições, diz estar disponível para acrescentar uma côdea ao salário mínimo - mesmo que a UGT desta vez não o apoie.

Patrões e sindicatos avançam agora números e datas, como sempre fez a CGTP em coerência de princípios fundamentados, mesmo que os "cegos" não queiram ver




7 comentários:

Maria do Sol disse...

...e faz Abril 40 anos....

jrd disse...

Um salário mínimo que é um insulto máximo.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Anda a roubar o salário mínimo há três anos. Será que desta devolve uma pequena parte do que roubou?

Rogerio G. V. Pereira disse...

mesmo que os "surdos" não queiram ouvir

lino disse...

Não fazem ideia do que é viver com o salário mínimo!
Abraço

heretico disse...

três anos de promessas de aumento 50 cêntimos diários!

sempre ... adiados.

abraço

maceta disse...

gente insuportável e odiosa...serão portugueses?