segunda-feira, 14 de abril de 2014

NÃO MATEM OS CRAVOS






Nunca quis salvar o mundo
mas sempre tentei ajudar.

Volvidas tantas estações
nesta desordem de cores nos jardins

roubem-nos tudo
mas não matem os cravos

Não deixaremos.

15 comentários:

lis disse...

Costumam renascer!
nos corações honestos .

lis disse...

... ou melhor,
nunca morrem .
apesar da tentativa de roubar-nos!
a foto do puma lembra minha gata,
gosto!

jrd disse...

Enquanto existirem Homens como tu, ninguém nos consegue roubar os cravos nem a poesia.

,

Graça Pires disse...

Não deixaremos, não...
Beijo e Boa Páscoa.

maceta disse...

nunca esquecerei !

lino disse...

Unidos venceremos!
Abraço

heretico disse...

abraço fraterno...

25 de Abril, Sempre!

A. disse...

Os Cravos são os únicos inocentes!... Nem culpa têm de serem cravos!...
Mas... ajudemos os cravos a gritar bem alto: -CRAVOS de ABRIL, NUNCA MAIS!...

É, talvez os cravos de Maio, ajudem a cortar o mal pela raiz!...


Abraço

Janita disse...

Que bom seria se, volvidas tantas Estações, eles continuassem frescos e viçosos na mente e no coração de todos os que vibraram com a sua sementeira...
Há que reavivar a sua rubra cor, sem segundas intenções, nem desejos de protagonismos.

Um abraço!

Justine disse...

Não, não deixaremos!

GL disse...

Os cravos sobrevivem, a nossa esperança é que não.

Abraço.

Zé Povinho disse...

Há sempre quem resista...
Abraço do Zé

Suzete Brainer disse...

Esta é uma bela maneira de

conscientizar as pessoas

sobre a beleza preciosa

dos cravos,da liberdade

e da vida...

Abraço solidário Poeta!

Observador disse...

Temo que as forças que podem ser chamadas do mal, tudo façam para que os cravos murchem.

Compete-nos não permitir que tal aconteça.

Um abraço solidário.

maceta disse...

o 25 de 1974 foi muito dócil para quem merecia rigorosa punição...os bichos manhosos são sempre ingratos.