terça-feira, 11 de março de 2014

O MANIFESTO DOS 70





O "Manifesto" dos 70 não inventa nada de novo
mas agrupa diferentes para um objectivo aproximado.

Sem defender não pagar a dívida
exige reestruturar a dívida
muito justamente -  à semelhança da velha Alemanha
para evitar a ruptura de gerações
Até de olhos fechados se vê
se quisermos aliviar o garrote





6 comentários:

Maria Eu disse...

Há muitos cegos, ainda!

Beijinhos Marianos, Puma! :)

Rogerio G. V. Pereira disse...

70 descobrem a pólvora, agora.

Tarde vem o que nunca chega! Que sejam bem-vindos

Tétisq disse...

falam assim, suavemente para ficarem p´rá história envolvidos por uma aura patriótica...alguns deles já tiveram oportunidade de intervir de forma decisiva (muito mais incisiva, pelo menos) e não o fizeram ... este manifesto soa-me a muito hipócrita

Nadinha de Importante disse...

Foi preciso este tempo todo para chegar a essa conclusão?!

nadinhadeimportante.blogspot.pt

trepadeira disse...

Não quero remendar o sistema, quero mudá-lo.

Abraço,

mário

maceta disse...

incomodam ligeiramente...