sábado, 18 de janeiro de 2014

ARY ETERNO NO LADO ESQUERDO DA VIDA





Partilhei com o nosso Ary várias tertúlias no Faia e na casa da Rua da Saudade.
Faleceu há 30 anos,
Parece que foi ontem, mas está vivo nos gestos, na voz e na escrita

no lado esquerdo da vida.


7 comentários:

lino disse...

Vivo, sempre!
Abraço

jrd disse...

Vivo e de pé. Como quem sabe estar quem é!

Maria Eu disse...

Obrigada por me lembrares Ary!
Levo a ideia da homenagem!

Beijinhos Marianos, Puma! :)

Rogerio G. V. Pereira disse...

"Porque nenhum de nós anda sozinho
E até mortos vão a nosso lado.”

Justine disse...

...no lado luminoso da vida!

Luis Filipe Gomes disse...

Ficou-me na memória a imagem dele numa tarde da véspera de Santo António, junto ao castelo de S. Jorge, sorridente, lançando versos às vizinhas que passavam e o cumprimentavam com piropos.

maceta disse...

calou-se, mas ficou tudo escrito.