domingo, 15 de dezembro de 2013

" CEGOS " ABRAM OS OLHOS






As desgovernanças da troika nacional cumprem um desígnio repetido - justificam as suas políticas de desastre com os anteriores "parceiros" aparente  mente desavindos.
A prática da alternância é o que se vê.
Este país não é uma fatalidade.

A alternativa nunca experimentada é possível, se os " cegos " abrirem os olhos.


6 comentários:

Maria Eu disse...

O problema é que muitos abrem os olhos mas não conseguem ver porque os olhos, sem os ouvidos, de nada valem!

Beijinhos Marianos! :)

Rogerio G. V. Pereira disse...

Já não é uma questão de olhos. Existem cataratas alojadas nas mentes, trata-se de cegueira mental!

jrd disse...

Um ensaio sobre a cegueira vinha mesmo a calhar.

Rosa dos Ventos disse...

Já não tenho palavras!

trepadeira disse...

Não só é possível, como necessária e indispensável, se queremos um Portugal democrático, justo e soberano.

Abraço,

mário

Jorge Gil disse...

Está na hora de colocarmos os que nunca nos traíram!