sexta-feira, 25 de outubro de 2013

SÓCRATES UMA TORTURA INESQUECÍVEL





Sócrates agora filósofo em Paris
pretende ser um combatente em defesa do seu próprio fantasma.

Se ousar recandidatar-se às urnas
terá um merecido velório
um discurso fúnebre com aplausos



7 comentários:

Rogerio G. V. Pereira disse...

Velório? Mas esse cadáver já não jaz morto e enterrado?

GL disse...

Estranho, tudo isto? Nada disso. Óbvio, isso sim!

GL disse...

Somos, de facto, criaturas estranhas.
Como é que se recebe o senhor com todo este alarido? Como, mas como, é que há pessoas capazes de o ouvir, ler, ver?
Somos estranhos, muito estranhos.
Abraço.

GL disse...

Não há duas sem três, lá diz o povo.
As minhas desculpas. Fiquei com a sensação que o primeiro comentário não tinha entrado, até porque estava incompleto, e escrevi um segundo.:)

Ai, ai!...

Abraço.

jrd disse...

Queres dizer um "funeral" com carpideiras?

heretico disse...

faz a festa, deita os foguetes e apanha as canas...

abraço

trepadeira disse...

Só um tigre de papel.

Abraço,

mário