sexta-feira, 12 de julho de 2013

O ESTADO DA NAÇÃO



Quando os personagens do desgoverno se desacreditam em público, a si mesmos, com a cumplicidade de um tartufo - as palavras desmoronam-se.
Um cheiro fétido, nauseabundo, infesta o país - institucionaliza-se o caos.

Na verdade a canalha ignora que os chamados " carrascos " nas galerias da Assembleia da República podem um dia sonhar mais alto





8 comentários:

jrd disse...

Os "carrascos" são da autoria de uma loira que é da cor do carrasco-mor.

GL disse...

Há sempre quem nos consiga surpreender e nem sempre pela positiva. Exemplo disto é a classificação de "carrascos", vinda de quem veio.

Rogério Pereira disse...

Bilerberg fede, vem de lá este fedor

Ou temos uma rua cheia
Ou nos acontece uma coisa feia

Rosa dos Ventos disse...

A Nação está mesmo em muito mau estado!

Lídia Borges disse...


Lamentáveis, as "cenas" a que temos de assistir, dia a dia.

Ao que isto chegou!

lino disse...

As laranjas estão completamente podres!
Abraço

Felina disse...

No tempo da monarquia tivemos crises por falta de descendência, na republica temos crises por falta de decência... o rei leão de Castela deve nos ter rogado uma praga

maceta disse...

acho que acertei quando elegeram aquela híbrida...