sexta-feira, 14 de junho de 2013

GREVES? SÓ " A BEM DA NAÇÃO"




O ministro da educação, ex-maoísta convertido ao neo- liberalismo, assume a tese estalinista da terra queimada.

O sr. ministro com um gesto simples de alteração do calendário respeitaria o direito à greve, não penalizaria alunos, professores e pais.
Pior foi a ameaça do dr. Coelho que pretende limitar mais um direito Constitucional.
Por este descaminho - greves neste país - só aos feriados, fins-de-semana,
férias, ou quando o desgoverno entender - "a bem da nação".


4 comentários:

jrd disse...

Cuidado! Estes neoliberais começam a recuperar "valores" fascizantes.

Observador disse...

Se me é permitido, aproveito a boleia de 'jrd'.
Começaram a recuperar?
Nada disso. Há dois anos que puseram o pé no acelerador.

trepadeira disse...

A bem da nação,ou seja,a bem deles e de quem neles manda.

Abraço,

mário

GL disse...

Limitar mais um direito Constitucional tem alguma importância?
É caso para dizer: mais um, menos um.
E tudo, sem dúvida, a "bem da Nação".