sexta-feira, 7 de junho de 2013

DE MANSINHO O PAÍS SANGRA





A pós mais um orçamento " rectificativo " e em véspera de outras derrapagens, no desgoverno a coligação encavacada agacha-se perante o chefe do baile mandado.

Pelo caminho vão deixando um lastro de ignomínias, multidões que gritam sem pedras nas mãos e assim de mansinho - o país sangra.

12 comentários:

Silenciosamente ouvindo... disse...

Totalmente de acordo com o texto.
A foton fantástica.
Não sei como consegue obter esta
fotos, mas são fantásticas.
Possivelmente terá alguma
programa que permite este tipo
de transformação, será?
Se for, pode compartilhar comigo?
Eu não tenho nenhum prograna que
me permita trabalhar as fotos.
Bom fim de semana.
Bj.
Irene Alves

Jorge disse...

Está um lindo serviço!

jrd disse...

Posição perigosa.Há que estancar a hemorragia quanto antes.

Pata Negra disse...

A sangra mas não será sangrado. Podem ter muitas facas mas as veias do povo são mais!
Um abraço de quem nunca encontrarás numa manifestação como essa do imagem

anamar disse...

Sim, o país sangra e mitos dos feridos, vão dizendo, "tem que ser"... "se não pode ser de outra maneira paciência"...
Uma dó.

B.f.s.

Abracinho

Graça Sampaio disse...

Sangra mas não se mexe!

trepadeira disse...

Se calhar arrancar a calçada só,já não chega,é preciso mais ruído.

Abraço,
mário

heretico disse...

de passo(s) trocado com o País.

abraço

GL disse...

O país já pouco mais pode sangrar.

Teté disse...

Só acho que não foi assim tão de mansinho... :P

José Lopes disse...

Há muito quem não se curve desta maneira e lute contra esta sangria.
Cumps

Ana Tapadas disse...

Sangra...mas estamos cá! haveremos de reerguer-nos!

bjs