domingo, 14 de abril de 2013

TRISTE AÇORDA



 


Escavacado e sem crédito no seu próprio eleitorado
o desgoverno - decepado da excrecência Relvas
não se livra do malabarista Portas
que apela explicita  mente ao PS  e elogia João Proença.
... entretanto Mário Soares escreveu serem uma perca de tempo
novas eleições, ao mesmo tempo que defende a queda do desgoverno.

Triste açorda.

5 comentários:

maria teresa disse...

Uma açorda muito mal confecionada, não tem condimentos de jeito!

Rogério Pereira disse...

Excelente, como sempre.
Escusavas é de comparar com a tristeza da açorda, vou-me lembrar, sempre que a coma...

São disse...

Não gosto de açorda, mas acho que não merecia a comparação...

Boa semana

trepadeira disse...

Em açorda,ou mesmo assim,pelo cano.

Abraço,
mário

jrd disse...

Tu sabes que ele é um papa-açorda e desde que se armou em Buiça, passa a vida a apontar ao Coelho...