terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

OREMOS




Na cúria romana um punhado de homens
preparam-se para votar
apócrifos
no chefe de uma igreja universal

eleger o próximo Cristo

Oremos

10 comentários:

Jorge P.G disse...

Como sempre, o conclave que elegerá o novo Papa irá interessar-se mais pelo bem estar do Vaticano do que pelos desvalidos.
No fundo, creio que o Papa tem pouco poder.É mais uma figura representativa do que um líder religioso.

Rogério Pereira disse...

"Ratzinger é um pastor derrotado e coerente que, farto de lutar, retira-se para a clausura antes de ser devorado pelos abutres [da cúria de João Paulo II,] ávidos de riqueza, poder e imunidade." - Miguel Mora, in El País


"As vestes e o rosto tão sujos da tua Igreja Igreja assustam-nos, mas somos nós mesmos que as sujamos" - Ratzinger, em 2005, antes de ser eleito

Pata Negra disse...

Comentava... mas estou muito cansado, apetece-me resignar - será que um raio vai atingir a minha chaminé???
Um abraço e venham papas

Pedro Viseu disse...

Obviamente que sim!
Mas imagine-se uma Igreja sem líder? Seria provavelmente bem pior. Porém, o que me choca é a profunda hipocrisia que os caracteriza, como se um bem tão grande, como dizem, pudesse alguma vez permitir tanto mal.

Branca disse...

O verdadeiro poder está nos cardeais que gravitam à volta, esses ficam sempre lá e são os verdadeiros intriguistas da corte, mas os representantes máximos também são conivente, se não gostassem já tinham tido a coragem cristã de decretar a aplicação da riqueza em Instituções capazes de fazer o combate à pobreza ou melhor ainda o combate às políticas que geram pobreza.

Beijos
Branca

JP disse...

Oremos então....

Até que haja fumo branco!

E depois, o que mudará?

Abraço

trepadeira disse...

Pois obremos,este raio de acordo,orem.

Um abraço,

mário

jrd disse...

Se calhar querias voto directo, hein!

maceta disse...

os católicos deviam poder votar...

Laura Ferreira disse...

Amén.