quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

JUNTAS DE FREGUESIA ESCOLAS DE VIRTUDES





Reduzir o número de Freguesias? Admito que sim se for essa a vontade das populações.
As Freguesias são mais que balcões prestadores de serviços públicos - são símbolos de proximidade,identidades referência de afectos que não têm preço - são escolas de virtudes, exercício democrático.
Numa visão mecanicista da vida, com mão de ferro, insensível este desgoverno quer impôr uma " reforma " sem diálogo sério, sem definir competências nem meios.

Este desgoverno isolado da vida real, vai gratuitamente comprar mais uma "guerra " transversal à lapela política das pessoas.
Este desgoverno a soldo aposta na asfixia do Poder Local - mas será derrotado também nas aldeias.

Ainda os presidentes das Câmaras Municipais eram nomeados pelo poder central já as Juntas de Freguesia eram eleitas por sufrágio directo das populações.


4 comentários:

jrd disse...

Fala quem sabe e quem sente.

Abraço

Rogério Pereira disse...

Vais-me desculpar mas vou-te gamar todo (ou grande parte) do texto... ah, e vou levar também essa aldeia.

Porquê procurar palavras minhas se subscrevo todas as tuas...

Pata Negra disse...

A hipocrisia é tanta que não faltam tribunos a garantir a manutenção dos serviços prestados nos mesmos locais! Gravem-me esses gajos para lhe atirar as declarações à cara daqui a dois anos!
Já ninguém, nem eles próprios, percebe a razão desta reodesorganização administrativa!
Tratam-nos de outras coisas enquanto nos distraem com esta mas, neste caso, esta é uma delas!
Um abraço e viva o poder de proximidade

Justine disse...

Mas como de democrático este país só já tem o nome...