sexta-feira, 16 de novembro de 2012

DOUTOR RELVAS ELOGIA O PODER LOCAL(?)




O desgoverno continua a transferir responsabilidades suas para as autarquias locais a cortar no orçamento as respectivas transferencias - vem agora contratualizar a juros da troika possibilidades de endividamento a prazo com um objectivo hipocrita - pagamento aos fornecedores no imediato - mas com uma condição - a possibilidade de endividamento impõe que as autarquias "beneficiadas" castiguem os munícipes com as taxas máximas no IMI, nos consumos e serviços . Ao qu´isto chegou.

7 comentários:

Rogério Pereira disse...

Disse-me um tipo, chateado,
com o peso acumulado
do que lhe estão a sacar: Eu não quero ser freguês, nem munícipe, nem cidadão, nem utente, nem cliente, nem eleitor...
Estou farto
Estou farto, sim senhor!
E sabe que mais?
Vou treinar para ser um "Sem abrigo"
Ou... para ser "doutor"

O Relvas como é que fez?

Vítor Fernandes disse...

Chantagem!

trepadeira disse...

Enquanto não forem corridos a pulhice não acaba.

Abraço,
mário

jrd disse...

Está a chegar o dia em que ninguém o (a)credita.

gina henrique disse...

Mais uma vez o seu lema é dividir para reinar colocando os municipes contra os municípios, assim até parece fácil resolver os problemas do país!

O Guardião disse...

Quem votou em tipos deste calibre? Vamos mas é correr com esta malandragem.
Cumps

maceta disse...

vou beber uma água das pedras, chiça...