quinta-feira, 1 de novembro de 2012

DESGOVERNO TEM DUPLA NACIONALIDADE





Nunca existiram tantas e alargadas razões para demitir um desgoverno -
caso esta república tivesse um presidente.

Esfrangalhada a credibilidade da coligação - Passos Coelho pesca à linha para manter o arbítrio.
Reconhece incompetências, negligencia o país, contrata técnicos enfeudados a instituições tutelares - para  " ajudar " na continuidade - ao extremínio do que resta da nossa soberania.

No mínimo - este desgoverno de saqueadores tem dupla nacionalidade.

7 comentários:

jrd disse...

És benevolente. Cá para mim são "estrangeiros".

trepadeira disse...

São filhos da curiosidade,não tem,entre outras coisas,pátria.

Um abraço,
mário

heretico disse...

este desgoverno e seus conselheiros não têm Pátria...

abraço

lino disse...

Para mim não têm nacionalidade nenhuma. São apátridas como o capital a que obedecem!
Abraço

Graça Sampaio disse...

Seja qual for a nacionalidade precisavam de ser linchados!

Justine disse...

Este desgoverno é um gang de criminosos muito competentes!

maceta disse...

e vamos olhando o desmando...