segunda-feira, 29 de outubro de 2012

OS MERCADOS TAMBEM SE AFUNDAM





Neste esconjura sinistra há quem avise para o desastre do abandono do euro e eu admito que sim.
Na verdade a luta não é contra o euro mas contra os que o inventaram e dele se alimentam.
Esses sim são os coveiros do euro e da europa apregoada.
Na verdade o euro está a ser instrumento de afundação dos subúrbios
uma vara de conquista pelas alemanhas
por via aparentemente pacífica.

Tudo se move
os mercados canalhas também se refundam.

5 comentários:

Isa GT disse...

Quando os mercados se afundam aqui, os culpados a esta hora, já estão na maior, a investir no Brasil, na China e na Índia... agora vão ganhar para outro lado.
O problema foi cair na ratoeira do euro e ter vendido a nossa soberania.
Deixam-nos entre a espada e a parede bem presos a uma moeda que nos sufoca mas que se quiséssemos voltar ao escudo, seria ter uma moeda com menos valor do que papel higiénico, com inflação galopante e num país que nem sequer produz o que come e a quem ninguém iria vender fiado.
Desta vez, não foi preciso uma 3ª Guerra com armas, para devastar a Europa bastou apenas entregar milhões de euros a idiotas, ladrões e oportunistas que cavaram sozinhos os buracos onde estamos enterrados.

Bjos

Rogério Pereira disse...

Gostava que tivessem outro destino
O mar não merece ter por castigo
ficar, dessa forma, tão poluído...

trepadeira disse...

Vamos refundi-los.
Sair do euro antes que nos afundemos,ainda mais, com ele.

Um abraço,

mário

O Guardião disse...

Temos de os refundir e bem depressa, enquanto ainda temos comida no prato.
Cumps

lino disse...

Entrar foi um erro. Sair seria um erro muito maior!
Abraço