terça-feira, 23 de outubro de 2012

CAVACO UMA SOMBRA CÚMPLICE DO DESCALABRO




O presidente Cavaco teria uma única possibilidade para ficar na história, caso num lampejo de lucidez se tornasse no primeiro presidente desta república a remeter o Orçamento para verificação PRÉVIA da sua constitucionalidade, sem prejuizo dos prazos nem dos compromissos.

O presidente Cavaco não terá essa coragem e assim ficará na história - cúmplice do descalabro - uma sombra com rasto negro. um coiso, fantasma que foge de si mesmo.

8 comentários:

trepadeira disse...

Cúmplice e co-autor.
Pode ser que os fantasmas o atormentem.

Um abraço,
mário

Rogério Pereira disse...

Outra maneira de ficar na história seria se se fosse matar. Mas matar mesmo. Porque cadáver em pé, já ele é...

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Nada que ele faça o tirará da penumbra da História.

Silenciosamente ouvindo... disse...

Penso que não o fará.
Todavia não ficará na História.
Foi o pior dos presidentes.
Bj.
Irene Alves

lino disse...

Ele é mais do que um cúmplice: é um dos principais culpados da actual situação.
Abraço

Isa GT disse...

O homem anda mesmo silencioso, ele sabe como isto está mau e até os portugueses já se andam a lembrar das asneiradas que ele fez quando foi primeiro Ministro, na altura, era ouvi-lo dizer para o deixarem trabalhar, agora deve querer que o deixem dormir.


Bjos

heretico disse...

nada a esperar - do coiso!

maceta disse...

desta vez acho que o vai mandar ao TC para se limpar...