sexta-feira, 10 de agosto de 2012

ZITA SEABRA UM "ABORTO CLANDESTINO"


Felizmente não há ninguem perfeito. Não existem verdades absolutas. Os "indignados" que legitimamente alteram ideias, opções, comportamentos - não deixam de ser pessoas com memórias.

mas quando deparamos com criaturas que não se respeitam nem aos outros, rastejantes que bufam ódio e cospem no prato onde comeram - estamos perante excrecências.
Zita Seabra é um "aborto clandestino".

9 comentários:

Rogério Pereira disse...

que se_abra
o pior é o intenso fedor

trepadeira disse...

Ainda não percebeu que ao não se respeitar a ela própria não merece o respeito de ninguém.

Um abraço,
mário

maceta disse...

foi-se e foi um alívio e onde entrou o lugar foi-lhe franqueado à entrada... é assim, alguns reduzem-se à sua própria dimensão...

lino disse...

Atirado para a sarjeta mais poluída!
Abraço

Zé Marreta disse...

ESta Zeta é um zero ressabiado.

Saudações!

jrd disse...

Que t(z)al um livrito para sair em breve, sobre a matéria?

Zé Povinho disse...

A consistência ideológica da senhora diz tudo.
Abraço do Zé

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Na próxima entrevista ainda chama Salazra Ditador Santo, como o Saraiva

caminhando com cristo disse...

Nem sempre e o que queremos pois em Deus temos todas as respostas que presisamos abraços.