sábado, 10 de setembro de 2011

JOSÉ SEGURO PELA UNIDADE SEM ACORDO COM ASSIS



Mário Soares que há 25 anos não visitava congressos do PS - formoso mas não seguro - perdeu a memória das justas lutas contra as suas políticas e as de Sócrates e até na recente campanha eleitoral o facto de ter considerado Passos Coelho. um grande estadista.

No congresso, José Seguro de punho erguido em vez da rosa, mudou o hino e fez um discurso de abertura com passagens interessantes - logo esvanecidas por Manuel Alegre que evitando contacto com Mário Soares, considerou o PS desde sempre a casa da " esquerda democrática "  e por Ferro Rodrigues que responsabilizou o PCP e o BE pela queda do desgoverno de Sócrates e por Assis 
que invocou Aristóteles sem antes ter conseguido acordo com Seguro para as listas nacionais. 

José Seguro assumido maratonista de Guterres vai colaborar com Passos Coelho, com nuances.

Vão enquadrar o país num círculo ainda mais apertado 

até quando o povo quiser. 

9 comentários:

jrd disse...

No meio de tanta gentinha importante, quem é Aristóteles?...

O Puma disse...

JRD

... um modesto sábio

tão mal citado

Fernando Samuel disse...

Todos eles vão colaborar activamente com Passos/Portas: é esse o seu destino...

Um abraço.

josé Manangão disse...

...mas o Assis e o Seguro, garantiram que a sua referência era e é Mario Soares!
Será que o povo vai perceber?
Abraço

mfc disse...

... até quando o povo quiser!
Dizes bem!

A. disse...

Bem, eu que nem quero saber destas coisas, por não saber tocar qualquer instrumento musical, reconheço em mim, todavia, algumas qualidades que em José Seguro, seguramente, lhe são fundamentais para o seu discurso político!... Eu também sei assobiar. Para o lado esquerdo, para o lado direito, para a biqueira dos pés e, até, levo a cabo convincentes ensaio de "papo-de-rola". Também assobio para o ar.
Nuno Assis, coitado do homem, como ele chora e amaldiçoa a fidelidade canina ao Ex, mas não seu!... Como ele dá a voz ao silêncio da derrota do Ex, mas não seu!... Pobre Homem, como ele anda perdido e não assobia para a esquerda, não assobia para a direita e já não vê as biqueiras dos sapatos!... É a voz do silêncio e a cauda agitada que resta do cão!... Pobre animal!...
Que pena a voz da Fundação que, velha e fora do prazo de validade, mandou às malvas o “Soares é fixe”, deixando-se estatelar, ingloriamente, no “Sócrates é fixe”.!!!!!!!... A voz da Fundação que não sabe se resiste ao “José, que não o Ex que era fixe, mas este novo José que parece mais Seguro para assegurar o fixe da Fundação… mais tarde e pelo partido. Ou Ex partido. O velho gagá que se arrasta entre pingos dúbios de lucidez, esses pingos que só existem no desespero dos Mídia em agonia!...
Um circo como, de resto, só é comparável, aos palhaços que constituem o actual governo. Que palhaço tão triste, o Ví(c)tor Gaspar, naquele célebre número, protagonizado na única entrevista que os Portugueses puderam ver!... Só não deu para rir. Tadinho do palhaço triste que nos tira a alegria. Um verdadeiro génio que não vai durar dois anos. Questões de estratégia política.
tudo se resume a... Pobre Assis, envergonhado, dado como maluco e, como se não bastasse, continua com o fantasma de Felgueiras a persegui-lo.


Abraço

heretico disse...

"nem baxá, nem mártir"! lol

tenta passar por entre as gotas de chuva, e iludir pategos!

abraços

Justine disse...

...até quando o povo acordar e tiver consciência da sua força!

Pata Negra disse...

Mas quando é que o PS e o PSD se fundem?! Eu quero é que eles se fundam! Só então poderíamos esclarecer algumas confusões!
Um abraço fundido