terça-feira, 5 de abril de 2011

AS MÁSCARAS DA ALTERNÂNCIA




Sempre que um tipo " importante " fala para as tvs - a tentar ou a fingir falar sério - aparece quase sempre um palerma a rir nas costas do tipo.


Pior é quando aos molhos, pagam para se rir nas urnas e choram após os resultados.


7 comentários:

Rogério Pereira disse...

Concordo, mas o farsante teve desempenho brilhante dentro do paradigma actual, que para mim é um quadrado muito pequeno (com pouco espaço para movimentos largos) definido por 4 lados (ou não seria um quadrado), considerados por ele (e por toda a direita) inamovíveis: 1º - A pressão (especulativa) dos mercados; 2º - As regras comunitárias (ou a sua ausência) personalizadas não pela comunidade, mas pelo eixo franco-alemão; 3º - O sistema de partidos “credíveis” em formato reduzido (PS/PSD/CDS); 4º - A sua ambição de poder...
Se este paradigma, igualzinho ao de Passos Coelho (pois a área do quadrado limita-lhe as alternativas) se mantiver, muito provavelmente o PS ganhará as eleições, adiando o sonho… da esquerda

opolidor disse...

aguardam-se os malabarismos das trupes.

mfc disse...

Acho que vai ser inevitável a vitória da direita!
será um tempo de reorganização à esquerda.

svasconcelos disse...

Ora bem!... .)
bjs,

jrd disse...

Com máscara ou sem máscara vai haver assalto.

lino disse...

O assalto já foi anunciado no país do eterno Carnaval.
Abraço

heretico disse...

o(s) passe(s) de mágica continuam...

abraço