quinta-feira, 24 de março de 2011

O PAÍS GANHOU UM ENGENHEIRO




Finalmente o país não perdeu um primeiro ministro

Ganhou um engenheiro

14 comentários:

lágrima disse...

... com diploma às 3 pancadas....
eheheheheh

folha seca disse...

Caro Puma
O problema foi precisamente o de tentar resolver isto com engenharias financeiras.
Deu numa engenhoca esquisita...
Abraço

Anónimo disse...

É uma vergonha...
Em Évora existe um call-center que explora os jovens alentejanos, com contratos precários... há muitos anos... usando-se o sistema de rescindir com uma empresa e fazer contrato com outra.
Trabalhamos com todos os sistemas informáticos do grupo caixa seguros, Império Bonança, Fidelidade Mundial e Multicare, mas não temos o direito a receber um preço mais justo pelo nosso trabalho, tal como os funcionários das Companhias?
Quando contactamos os clientes das Companhias é como se fossemos funcionários destas Companhias, mas para recebermos ordenado já não nos identificamos como tal.
Limitamo-nos a receber entre € 400,00 a € 500,00 e somos tratados como máquinas, pior ainda… pois quando os computadores não funcionam, não existe remédio… quando estamos a precisar de ir à casa de banho, já temos tempos estipulados e a correr depressa.
O Call-center já funciona há muitos anos, muitas empresas passaram muitos “escravos” ficaram…
Agora que mudaram a gestão do Call Center, para uma empresa de escravatura dos tempos modernos, denominada Redware, do grupo Reditus, decidiram inaugurar… vejam lá… inaugurar o Call Center, que devia-se chamar Senzala.
Este grande acontecimento vai acontecer amanhã, dia 25 de Março, e vai ter direito à do Secretário de estado para a inovação Carlos Zorrinho, do Presidente da Câmara de Évora José Ernesto Ildefonso Leão de Oliveira, do Presidente da Caixa Geral de Depósitos Fernando Faria de Oliveira, do Presidente das Companhias de Seguros do Grupo Caixa Seguros Jorge Magalhães Correia e as suas comitivas.
E pergunto-me vão inaugurar o quê, mais uma fase da exploração de pessoas, que têm que se sujeitar às condições destes empregos porque não existe mais nada?
Mas não somos pessoas?
Não devíamos ter direito a usufruir de condições mais justas pelo nosso trabalho, para termos direito a viver?
Até quando é que o nosso Pai, a nossa Mãe, o nosso Tio, a nossa Tia,… poderão ajudar-nos?
Mas depois é ver a publicidade destas empresas, em que parecem todos bons rapazes e muito solidários, eis um exemplo http://www.gentecomideias.com.pt/gentecomideias/Pages/MensagemdoPresidente.aspx
Sr. Presidente da Câmara, tenha vergonha em pactuar com esta forma de escravatura… ponha a mão na sua consciência, isto se ainda a tiver…

mfc disse...

Que projectou uma casa que caíu!!!

jrd disse...

Não se ganha quem não se é.

O Puma disse...

JRD

Exacta mente

Maria disse...

Dispenso
os dois!

Beijo.

opolidor disse...

vai uma apostinha? ele vai cobrar outra vez...

Marta disse...

Vai...vai e não voltes!

Pata Negra disse...

Calma! O homem é um mentiroso! Diz que se demitiu e toda a gente acredita! Ter-se-ia demitido se dissesse "vou-me mebora"! Mas o que ele deixou perceber foi "vou ali mas venho já"! E virá, com o Coelho na Cartola! Mas virá!
Investiguei o Puma e vou linkar-te! Pelo que vi conclui que vamos na mesma camioneta!
Um abraço para principiar

Zé Marreta disse...

Que tipo de engenharia pratica fora da política?... Não deveverá ser recomendado para construção anti-sísmica.

Saudações do Zé Marreta.

Rogério Pereira disse...

Engenheiro
construtor de pontes
que ligam o nada com coisa nenhuma

heretico disse...

prefiro arquitectos!

abraços

Isa GT disse...

Ainda bem que não vou comprar imóveis... com engenheiros destes ainda me caía o telhado em cima... a roubar no ferro e a pôr mais areia que cimento... ;)

Bjos