sexta-feira, 4 de março de 2011

CADA MÁSCARA NO SEU GALHO



O país vive carnavais fora da época.
talvez por isso sugiro que não esqueçam a máscara do "pecador"

A reproduzida, sem demérito para outros cortejos - fez história.

Ainda desfila nos corredores da nossa (?) afundação.

8 comentários:

Rogério Pereira disse...

Dificil é desmascará-lo
e, por isso, enfileira no corso...
Mas 4ª feira de cinzas há-de chegar.

mfc disse...

E muitos vão sair sem máscara... como se mascarados estivessem!

Fernando Samuel disse...

O afundador-mor...

Um abraço.

jrd disse...

Tiraste o bobo do nosso descontentamento da gaveta dos monos.
Que maldade!

lino disse...

Andam por aí muitos mascarados de democratas há demasiado tempo.
Abraço

heretico disse...

conservada em naftalina. tal máscara! ...

abraço

opolidor disse...

ainda lhe chamam bochechas...

eduricardo disse...

O pai dos salários em atraso também criou uma geração à rasca. Lembram-se?