segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

QUE FARÁS DAS TUAS LÁGRIMAS?



À luz do grande cinismo todas as guerras são crueis.
Talvez por isso os pobres pretendam invadir em massa os chamados paraísos
e as chamadas modernas democracias continuem a preferir explorar os povos no seu espaço de origem, impondo-lhes chefes fantoches de fachada " democrática ".

Mundo global?
Pois!
E agora?
Entre o riso e o medo - que farás das tuas lágrimas?

11 comentários:

Rogério Pereira disse...

Quais lágrimas?
As de crocodilo?

As multinacionais
pensam que darão a volta àquilo...

O Puma disse...

Meu caro
não me referi às dos crocodilos
dessas Obama está a tratar

R. disse...

Absolutamente de acordo. A solidariedade n'as modernas democracias' é pensada numa perspectiva utilitária. Por isso, vale a pena o esforço de confinar os pobres ao seu espaço de origem. Importa 'ajudá-los' para que a 'invasão' se mantenha unidireccional...

Obrigada por proporcionar este encontro.

jrd disse...

As lágrimas dos pobres há muito que secaram.

mfc disse...

... eis o busílis da questão!!

O Puma disse...

jrd

meu caro
há lágrimas
que choram por dentro

anamar disse...

:))
Beijinho

Marta disse...

As lágrimas servirão para aumentar o nível do Nilo...muitas e muitas lágrimas.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Parece que, convenientemente, já descobriram por lá umas armas de destruição maciça.

opolidor disse...

mais do que as lágrimas pior só os espasmos...

ana disse...

A democracia esmaga a própria democracia quando por detrás do sorriso e da máscara da solidariedade estão afinal os interesses individuais e a ânsia do poder político e económico!

O Mundo Global? diz bem onde é que está afinal?
Entre o riso e o medo as lágrimas caem no chão.
Desculpe vir agradecer a sua visita à minha janela e acabar por ser tão crítica. Mas uma coisa não invalida a outra Obrigada e deixo estas lágrimas!