quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

MUBARAK APOSTA NA GUERRA CIVIL



Os camelos e os cavalos que investiram contra a multidão revoltada
foram montados por marginais ao serviço do regime.

O exército sabe que para intervir é necessária a anarquia para só depois ,
em nome da " ordem "
reprimirem a revolução.

6 comentários:

opolidor disse...

a estratégia militar está a ser delineada... Mubarak devia lembrar-se do Sadam...

Rogério Pereira disse...

...e os tanques tem, por assim dizer, muitos mais cavalos...
Nada que um querer muito forte não resolva (não digo hoje)

jrd disse...

A estratégia é velha como a Historia. O grave é que pega sempre.

Fernando Samuel disse...

É longa, muito longa, a experiência destes facínoras...

Um abraço.

lino disse...

Será sempre uma aposta falhada.
Abraço

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Mubarak aposta na guerra civil e os americanos, se as coisas virarem para os fundamentalistas, também...
Onde pára El Baradei?