sábado, 4 de dezembro de 2010

A CÉSAR SÓ O QUE É DE CÉSAR



Se o presidente dos Açores fosse 1º ministro de Portugal - não existiriam cortes nos salários nem um cêntimo gasto pelo orçamento do estado. O país seria autónomo todos nós açoreanos e até as rosas ( coitadas ) vicejavam no regaço do poder.

A césar o que só é de césar - mas tu Carlos - só se pagares do teu bolso .

6 comentários:

Rogério Pereira disse...

e eis que César
pega em sua lira
rouco e louco(mas pouco)
tocou um vira
(safou-se do odioso...)

César Ramos disse...

Boa noite,

Faço votos para que não me confundam!(...)Senão, vem tudo à minha porta pedir sestércios!

Não tenho culpa de o outro andar a gamar... mas, brevemente, já lhe aplico a cicuta!

Um abraço
e,
AVÉ!
César

trepadeira disse...

Querem lá ver,já teria comprado uma máquina de fazer as tais notas?
Um abraço,
mário

jrd disse...

Nesta rábula, não assumo o papel de Brutus...

heretico disse...

um César bem pouco pouco "augusto"...

abraços

Isa GT disse...

Mostra bem ao que chegou o PS... cada um, faz o que lhe apetece...

Bjos