domingo, 26 de setembro de 2010

TRANGALHADANÇAS




Até Santana Lopes apela ao bom senso na arena política onde fingem esgrimir os trangalhadanças.

Impávido Cavaco assiste na bancada - impávido mas não seguro - a mais uma tragi-comédia à portuguesa.

À porta das urnas, os espoliados de sempre, tristes e tesos, preparam-se para carregar os despojos da faena - enquanto os dois figurões encenam um duelo de sombras.

7 comentários:

Rogério Pereira disse...

psst, psst
Senhor Puma
O tiro que o Lucky deu
não foi ele, nem eu
foi a sombra dele que deu
e
mais
já sei qual é o gajo que vai fazer parar o tiroteio de pólvora seca, chama-se... chama-se...
(ora possa, lá me esqueci do nome do malvado outra vez!)

Isa GT disse...

E o Cavaco ainda vai ganhar uns pontos com esta macacada... o salvadorzinho dos entendimentos ;)

Bjos

São disse...

Cavaco é maquiavélico.
Passos e Sócrates uns artistas.
E nós uns idiotas que aguentamos istto tudo!!

Boa semana.

Fernando Samuel disse...

Muito bom.


Um braço.

heretico disse...

bonifrates. de feira...

abraços

smvasconcelos disse...

Uma "tragivergonha", dos pseudo-rivais e do PR...
bjs,

opolidor disse...

os "robertos" vão jogando marretada, mas o artista de feira prepara mais um capítulo...