quarta-feira, 28 de julho de 2010

A MONTANHA PARIU UM RATO



De mochila às costas quase todo o país - nem arrisca nem petisca - tem medo.

Um país com medo é capaz de tudo - dança em festa ou parte as guitarras que choram.
De férias e mochila grande parte do país, estica-se no litoral betonado enquanto o poder se proclama vencedor pelos apoios oferecidos à banca.

O país quando chegar a casa adormecido e bronzeado vai saber que a dona Banca, nas suas costas, não precisa de praia para exibir o corpo sem stress.
Na verdade o calor abanca e dilata os corpos - e a justiça, após 6 anos de laborioso trabalho, conseguiu absolver uma catrefa de gente do Freepot
com dois suspeitos de apenas gamarem umas rosas.

Quando o país pensava que o rato paria uma montanha - o mesmo país que malha nos protagonistas do sistema é o mesmo que o consente.

Obvia mente Sócrates está contente.
A montanha pariu um rato.
Mais um.

7 comentários:

trepadeira disse...

A montanha,nesta nação,só pare ratas,para parirem mais ratinhos,enquanto não abortarem mesmo.
abraço,
mário

jrd disse...

O problema é esse parem-se os ratos e param-se os homens.

Rogério Pereira disse...

Mas noutra perspectiva, o país também consente que o rato possa parir a montanha. Ou com mais indulgência, consente que vários ratos dêem à luz uma cordilheira... de papel. Papel e mais papel, acumulado ao longo de 6estações anuais de vereneio, com o pais a banhos. Ratos de toga (pois em periodo estival o sol é inclemente e vem de cima), felizes por terem nascido, dão o veredito final e, óbviamente, Sócrates ficou contente...
Os ratos pariram uma cordilheira.
Mais uma.

Nota importante: Ambas as perspectivas são válidas!

poesianopopular disse...

Os ratos reuniram e decidiram; Acordom final:
Não houve tempo para ouvir as ratazanas, Daí....
Abraço

smvasconcelos disse...

Um vergonha, isto! Com tanta tramoia e trapalhada como é que se pode acreditar na sua (alegada e presumivével , pela opinião pública!) inocência?
Com tanto rato, há que recobrar os esforços para os erradicar e arranjar muitas ratoeiras para o país!
bjs,

anamar disse...

Estás lido...
Obrigada...
Beijinho
:))

Marreta disse...

Lá diz o ditado: quem cala consente.

Saudações do Marreta.