quinta-feira, 3 de junho de 2010

O PÃO NOSSO DE CADA DIA




O Presidente da República sem grandes poderes num país sem grande soberania - é o pão da nossa boca ou mais uma boca no nosso pão?

Por mim, nem mais um sapo, prefiro apostar no meu galo de Barcelos.
Pelo menos vai cantar comigo na campanha eleitoral.
E depois? Depois regressamos a Barcelos e continuaremos a cantar

o pão nosso de cada dia

14 comentários:

Irlando disse...

Por mim,também, sapos nunca mais.
Incham todos.

gabriela r martins disse...

como te compreendo ,meu "irmão" Puma!!!!!!!!!!!!!

legivel disse...

Mais uma boca do nosso pão.
Sapos? Nem vê-los!

Maria P. disse...

Todos os dias, mais do mesmo...

Um abraço*

jrd disse...

O pão da mentira e o pão que o diabo amassou para uns e o pão de ló para outros.
Eis o país-padaria em todo o seu esplendor.
Abraço

César Ramos disse...

Olá!

Vim visitar o blog e gostei. Afina-se pelo meu diapasão... e, encontrei por aqui a querida 'Catarina'!

Não me vou esticar, pois tenho a mania de escrever 'passadeiras', mas quero agradecer comentar no nosso blog Alfobre [porque será que não me dá jeito dizer "meu" blog?].

Puma é nome de um animal que muito estimo entre todos os outros animais (...)
Se me deixassem, era o meu supergato preferido!

Gosto muito da bicharada e ando particularmente preocupado com os sapos, pois parece que nem os de barba escapam! Andam por aí a engoli-los sofregamente...!

Apresenta imagens no blog muito interessantes e cheias de sentido; uma das anteriores, a do Zeca Afonso, cada vez faz mais sentido e mexe com sentimento.

É impressionante como o tempo passa (faria 80 anos), e como tão pouco se aprendeu até agora, ao ponto de ele estar cada vez mais actual (...)

Abraço amigo

César Ramos

Justine disse...

É mais um a querer tapar a nossa boca!
Sapos não gosto! Nem de rãs...:))

opolidor disse...

nem com um padre-nosso se consegue acreditar nem engolir quem nos tem "danado" a vida... não têm crédito mas têm cravantes bem afiados.

poesianopopular disse...

Nem mais!
Caldeirada só à fragateira!
Abraço

anamar disse...

Só barradinho com mel...
:))

Irlando disse...

Para anamar,se o problema está no mel
eu forneço o das minhas abelhas.

Fernando Samuel disse...

Estou contigo (mais coisa menos coisa, é claro...)

Um abraço.

smvasconcelos disse...

Eu gosto de bichos, como sabes... até os sapos não escapam, mas, estes não!, e muito menos "engoli-los" ou adoptá-los como figuras decorativas..
beijos,

heretico disse...

concordo. o Galo de Barcelos ao poder!!!

não gosto de sapos. nem da maquiavéis à moda de Minho. tipo sarrabulho...

abraços