sexta-feira, 21 de maio de 2010

O GRANDE FESTIM




A CIP defende que a função pública seja obrigada a poupar
os subsídios de férias e de natal, investindo em certificados de aforro

em paralelo com a privatização da Caixa Geral de Depósitos

Os rapazes organizam-se para o grande festim.

6 comentários:

jrd disse...

Talvez um dia lhes chegue a congestão.

poesianopopular disse...

Por este andar, vão ter de se contentar com os ossos!
Abraço

opolidor disse...

talvez privatizando o Estado....

Sofá Amarelo disse...

Só tínhamos alguma segurança na CGD e é claro que tinham que acabar com isso para deixar tudo nos conformes para o festim... só gostava que os senhores da CIP e outros que tais puxassem um pouco pela cabeça para descobrirem quem lhes vai comprar os produtos e serviços quando a classe média for definitivamente... trinchada!

Marreta disse...

Quem são esses? Confederação dos Insanos de Portugal?!

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Andam a esticar a corda a ver se ela rebenta. Talvez um dia destes lhes estale a castanha na boca.