sexta-feira, 5 de março de 2010

DAMAS AO BUFETE



Não fora o país estar endividado e no desemprego o baile prometia belos serões.

Assim - o país assiste triste ao espectáculo de um mal amanhado baile mandado ,
a uma frenética troca de pares e passos com um mandador que já não fala ao telemóvel - só por gestos de escuteiro.

Entretanto Moura Guedes deu sinais para a entrada na pista de novos bailarinos e a provarem-se as suas acusações será - pasme-se - um ícone.
Caso contrário será arguída - bífida de lábios abrangentes e desabrida.

Uma vez mais - damas ao bufete.

4 comentários:

Irlando disse...

Siga a dança.

opolidor disse...

uma fulana destas e corria-a fora da casa ,sem apelo nem agravo, deixava-a à esquina da rua...

jrd disse...

A seguir vêm as rifas e depois a dança das cadeiras e veremos quem fica ao colo de quem.

Fernando Samuel disse...

Bem visto - e bem registado...

Um abraço.