quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

SALDOS NAS LOJAS CHINESAS



Somos um país pobre, pequenino, e religioso - mas enormes nas palavras-chave

O presidente da nossa república avançou nas Janeiras com a palavra diálogo.

Sócrates enrouqueceu com a palavra confiança.

Compreensivos os chineses nas suas lojas, de imediato abriram o ano com saldos . Consta que o povo está a aderir .

7 comentários:

Meg disse...

Puma,

O povo está a aderir ou... está a arder? Ai, ai!

Um abraço

JPD disse...

Quanto aos políticos, estamos conversados.
Há quem defenda que aprovado o Orçamento outro ciclo se abrirá.
Aguardemos.

Até há uns anos atrás, o comércio chinês era confinável às «ChineTown».
Agora, há lojas «Erveryhwere como dizia Jorge Sampaio.
É verdade.
Para os mais carenciados ainda vai havendo nas lojecas chinesas algo que satisfaça...

40% da Divida de Estado dos EUA, em Obrigações, estão nas mãos chinesas.
Não faço ideia o que farão com isso.
Angola, terá substituido o FMI pela ajuda Chinesa.
Adivinha-se o que acontecerá a uma parte da riqueza em matérias primas angolanas.

Saudações

MARIA disse...

Sobretudo muito religioso ...
Magnanímo ...
:)
Grata pela visita e comentário no meu blogue.

lino disse...

Saldos, nos chineses? Significa que trazemos a mercadoria e ainda nos dão dinheiro?
Abraço

O Puma disse...

MEG

lamento mas em tempo de frio

o povo adere ao fogo

jrd disse...

O povo, este, adora bugigangas. Tanto que vota naqueles que lhas dão.

Justine disse...

Para quem tem a maior reserva de divisas do mundo em ouro e US$, bem podem fazer saldos...
(quase cruel, a tua ironia)