quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

BELMIRO CANDIDATO A UM ESTADO TERMINAL ?




Belmiro de Azevedo, engenheiro não praticante, ocupou por instantes a caixa de uma das suas mercearias e falou grosso armado em cavaleiro andante.

Gostei de o ouvir, sobretudo de o ver, arrogante do alto da sua conta bancária, a cuspir no prato onde come.

Os pobres visados ficarão calados como ratos, na bicha do super-mercado, não vá o diabo lhes ir à gamela.

Belmiro - pensador e candidato a um estado terminal ?

10 comentários:

Meg disse...

Puma,

E, de repente, todos os archotes se acenderam, as comunicação social se pôs de gatas, as vénias sucedem-se... aí está o poder do dinheiro.
E enquanto se fala nele, quem se lembra do OGE?

Um abraço

jrd disse...

Ele bem quer transformar este oaís num imenso "Continente". Já faltou mais, candidatos a gerentes de loja, não lhe faltam, apesar do Cavaco não ter perfil para o lugar.

Monte Cristo disse...

Estado terminal? Jamais (jámé), como diria o outro, porque l´état c´est lui, Belmiro, ele próprio.

Gostei daquela de cuspir no prato onde come, porque, de facto, ele come-nos. Ou seja: alimenta-se de nós. Ainda melhor: somos o seu pasto. E ele - e outros como ele - a nossa besta.

O pior é que há por aí muita erva que ainda lhe tira o chapéu, argumentando que o grande merceeiro dá de comer a muita gente.

Alvarez disse...

Amigo Puma,

Como se costuma dizer:

"Fala de barriga cheia". Como é que o "rapaz" arranjou aquela fortuna? - pergunto eu na minha "inocência"...

Abraço,

Alvarez

opolidor disse...

apanhou quase todas as bancas de nabiça a jeito e agora é só pregões...

Kruzes Kanhoto disse...

Enquanto me lembrar que o homem pôs os deputados de uma certa comissão parlamentar a trabalhar às oito da manhã só para o ouvirem ainda lhe vou perdoando...Mas ele que não abuse senão faço como alguns "clientes" das suas lojecas...

JPD disse...

Desde a OPA falhada à PT que a acrimónia se intensifica.

Saudações

Sofá Amarelo disse...

Mal sabe Belmiro que nas suas caixas de Continente tem ilhas de futuros médicos, engenheiros ou advogados, esses sim, que irão um dia exercer a profissão... e não fosse este estado de coisas, poderiam estar com certeza a estudar em vez de terem que estar a fazer pela vida nos intervalos da Vida!

São disse...

Esta criatura sabe o país em que medra!
Saudações

heretico disse...

sublinho o comentário da São!

(até o "Manel Triste" emudeceu...)