sexta-feira, 11 de setembro de 2009

GUERRAS FRIAS



Pelos muitos milhares de mortos no Iraque, no Afeganistão, na Palestina

não consta que se façam minutos simbólicos de silêncio.

Obama hoje recordou a tragédia do 11 de Setembro.

Somos todos diferentes - até nos silêncios.

6 comentários:

Maria disse...

Felizmente que somos!

Infelizmente que ele é mais do mesmo...

opolidor disse...

não basta dizer que se é diferente, tem que se mostrar e demonstrar...

Fernando Samuel disse...

É que os mortos norte-americanos são especiais, valem muito mais do que os outros: os cerca de três mil das Torres Gémeas valem muito mais do que os cerca de três milhões do Iraque.

Um abraço.

Sofá Amarelo disse...

Tal como os indígenas da América no tempo de Pizarro também os iraquianos, afegãos, palestininanos... não sãomseres humanos , para quê gastar minutos de silêncio?

mfc disse...

Bem mandada, pá!

heretico disse...

serão "índios" os outros mortos?

abraço