terça-feira, 14 de julho de 2009

A GRIPE GLOBAL



Estávamos em família quando de súbito o Dique deu um forte espirro.
Imediatamente foi isolado no galinheiro. Obviamente.
Colocámos máscaras nas galinhas que felizes agora andam
à solta.
Revoltado o Dique protestou

Estou farto de ser um cão de barro

5 comentários:

martelo-polidor disse...

desde que um gajo não tenha pés de barro...

MARIA disse...

Eufrázio, apicultor, rendo-me ao seu espaço de escrita.
Gostei deste blog.
Com a sua licença vou linká-lo no meu Maria .
As máscaras das galinhas podem colocar-se a gatos? Veja bem que tudo indica que a gata cá de casa precise. Anda sempre um gato a miar-lhe da varanda vizinha que entre cada rnhau que lhe dirige, dá dois espirros.

jrd disse...

Tira a máscara às galinhas porque ninguém pode ser livre quando está amordaçado, que dizer, quando lhe tapam o bico...
O Dique, esse, é paciente, até um dia...
Abraço

São disse...

rrrsss

Ainda tens máscaras que sobrem?


Um abraço.

heretico disse...

melhor que o JRD não diria...

abraço