sábado, 18 de abril de 2009

"BOTA A BAIXO"



O governo do país que navega à bolina em águas movediças, de quando em vez puxa do arpão e crava-o nos próprios pés.

Desta vez foi o governo dos Açores a rejeitar o Atantida construído nos estaleiros de Viana do Castelo

com o argumento do barco ter falta de uns nós de velocidade apesar da maior segurança.

Deste modo se descridibiliza uma empresa nacional

reconhecida no mundo - enquanto Sócrates espreita

o "bota abaixo" na campanha eleitoral.

5 comentários:

jrd disse...

A tecnologia não é de ponta... delgada, logo, bota abaixo, diz o chefe.

Vieira Calado disse...

Mais nós ainda?

E para desatá-los?

Um abraço

Alexa disse...

Puma
muito usual nos portugueses ,darem um tiro no próprio pé.
já nos vamos habituando
um bom domingo
e um beijo

Monte Cristo disse...

Não fosse a fome, o desemprego, a precariedade laboral, a insegurança, os salários e as pensões de miséria, a Educação pelas ruas da amargura, a Justiça manuseada pelo poder político, a Economia (sempre) ao serviço dos ricos, a Saúde a matar mais do que uma epidemia e a corrupção a olear isto tudo, eu até gostava de Sócrates e do PS.

É que andam sempre a inventar piadas novas...

Anónimo disse...

...à bolina... e sem rumo!

...que é o seu destino!... "socrático" (não o filósofo, claro!!!)

... que não! - o nosso!!! porque contra ele, nos levantaremos EM BREVE... e em FORÇA!!!

Ab.EL