sábado, 29 de novembro de 2008

DIVÓRCIO AMIGÁVEL

cartoon de Henrique Monteiro


Ao fim de 42 anos de matrimónio feliz - por coincidência - antes de ser preso preventivamente,

o responsável máximo do BPN, divorciou-se e entregou de mâo beijada todos os bens à sua consorte.

Admito que muitos mais divórcios ainda não tenham acontecido por falta de meios.

Assim uma vez mais os pobres têm dificuldade

em manifestar os seus afectos.

É a crise.

5 comentários:

intimidades disse...

ele ha com cada uma


Jokas

Paula

jrd disse...

É que os pobres só podem entregar todos os males de mão beijada.

polidor disse...

os gajos juntam-se outra vez se tiverem tempo...

São disse...

E eis como se trata o " sagrado matrimónio".
Só que eu ainda não ouvi "D." Jorge Ortiga protestar, ao contrário do que fez aquando do casamento entre pessoas do mesmo sexo!

Boa semana.

heretico disse...

e tudo pela graça de Deus... e felicidade de Belém...

abraço